(14) 3032-1227 | Recrutamento e Seleção, Consultoria, Cursos e Treinamentos

Blog

Não quero rebaixar minha carteira

imagesVocê certamente já falou ou ouviu essa expressão!

É uma maneira de pensar e projetar sua carreira buscando um objetivo, no entanto, está cada vez mais difícil seguir fielmente este pensamento. Se você está empregado pode se dar ao luxo de sair da empresa atual para ganhar um salário mais atrativo. Porém se está desempregado, se tem compromissos a cumprir e precisa realmente trabalhar, é inevitável em alguns casos iniciar uma nova empreitada com um salário menor comparado ao último recebido.

As empresas atualmente buscam profissionais multitarefas ou polivalentes que possam desempenhar várias funções para reduzir sua folha de pagamento, ou especialistas que possam exercer suas atividades com eficiência contribuindo com a produtividade da empresa. Se o empresário encontrar esses profissionais e puder pagar um salário igual ou abaixo do que esperava desembolsar, Oba! Que beleza!

Muitas vezes alguns profissionais ficaram anos na mesma empresa e tiveram seus salários hiperinflacionados pelos dissídios da categoria, reajustes espontâneos ou por promoções, e ao final alcançaram um patamar de salário bem acima do que a média do mercado para o cargo. Se este profissional quiser ter uma nova oportunidade, encontrará dificuldades, e muitas vezes sujeitar-se a redução de seu salário para mostrar suas competências, não necessariamente é dar um passo para trás.

Pense neste exemplo:

No futebol, se um jogador é contratado com altos salários, ele chega cheio de expectativas por parte da imprensa, clube e torcida. Se nos primeiros jogos, erra um passe, não faz aquele gol que até sua vó faria, e não atende as expectativas, a paciência de todos se esgota rapidamente. É questão de tempo até que ele desenvolva todo seu potencial, ele precisa se adaptar a nova cidade onde está residindo, a estrutura física do local de trabalho, aos novos colegas, e aos processos de trabalho, além da cultura do clube/empresa.

No mercado de trabalho ocorre da mesma maneira, se for uma grande oportunidade, vale a pena ter seu salário reduzido, para ter o tempo de adaptação, começar a ser produtivo, fazer os olhos do patrão brilhar e posteriormente galgar um salário desejado.

“Vou viajar um pouco” com mais um exemplo:

É como o Moonwalker do Michael Jackson, você vai para trás, mas seus movimentos e direção é de quem caminha para frente!

Publicado por: Evandro Ávila Franco (consultor e especialista em Gestão de Pessoas).

Escrito por

O autor não adicionou qualquer informação a seu perfil ainda.